sexta-feira, 5 de abril de 2019

Banda Marcial Marista São Luís de Jaraguá do Sul - SC, a história.


A história da Banda Marcial começa com a Fanfarra do Colégio Marista São Luís, que por alguns anos se apresentou com um uniforme amarelo e azul, e depois com o uniforme tradicional usado pelos alunos do colégio (marrom), da década de 90. 








Essa formação era muito utilizada para os desfiles de 07 de setembro e para apresentações internas em datas comemorativas, principalmente a semana de jogos esportivos entre os alunos, na época chamada de Semana Champagnat (referência a São Marcelino Champagnat, fundador da Congregação dos Irmãos Maristas).



A Fanfarra existiu até o ano de 1993, sendo que a partir de março de 1994 ela se tornou a Banda Marcial Marista São Luís, fundada pelo então diretor do Colégio, Irmão Adílson Suhr.



Fotos: Arquivos do Colégio Marista São Luís, via e-mail.



Desfile de 07 de setembro de 1995, já como Banda Marcial, e com o novo uniforme alviverde com detalhes dourados.




Fotos: Neto Pacheco, via Facebook.


Em março do ano de 1996, a banda direciona as suas atividades para a realização de apresentações não só nas atividades internas do Colégio, como também pelo município de Jaraguá do Sul, e principalmente em Festivais e Concursos de Bandas Marciais.




Abertura da Feira Científico Cultural do ano de 1996. Fotos: Arquivos do Colégio Marista São Luís, via e-mail.


No desfile de 07 de setembro de 1996, a Banda usou um uniforme alternativo. Uma camisa branca personalizada com o nome da Banda e com a logomarca da Congregação Marista na cor preta, uma calça jeans e um boné azul, também com o logo Marista em branco, foi utilizado pelos mais de 60 componentes.

 A intensidade dos ensaios e a dedicação dos integrantes na época culminou, nesse mesmo ano, com a premiação de campeã na categoria sênior e campeã geral do Concurso Estadual de Bandas e Fanfarras de Santa Catarina de 1996, já na sua primeira participação. Para esse evento a banda adquiriu quepes, sapatos e cintos novos.

O Concurso ocorreu na cidade de Blumenau, no ginásio do Colégio Dom Pedro II, no dia 28 de setembro. Repertório: Brasília (entrada), Novena Rapsódia, Jesus Christ Super Star e Canção da Infantaria (saída).


Vídeo VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.

Logo após a conquista foi realizado nas dependências do Colégio um curso de reciclagem para maestros e regentes, ministrado pelo Maestro Gabriel Ferreira dos Santos, começa ali uma profícua amizade entre maestro e banda.

Como campeã estadual de SC, a corporação foi convidada para participar do desfile de abertura da Oktoberfest, realizada em Blumenau - SC.

Ainda no primeiro ano como Banda Marcial, aconteceu o primeiro Auto de Natal do Colégio Marista São Luís, encenado em frente a tradicional fachada do Colégio.




Fotos: Arquivos do Colégio Marista São Luís, via e-mail.




Vídeo VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.


E também participou de um Auto de Natal coletivo, realizado no interior da Igreja Matriz São Sebastião, junto com a Fanfarra da Escola Municipal Albano Kanzler, e as bandas do SESI, do Colégio Divina Providência, do Colégio Evangélico Jaraguá.




Vídeo VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.


No ano seguinte, 1997, a Banda Marcial participa do seu primeiro Festival de Bandas e Fanfarras, ocorrido no dia 03 de maio, na cidade de Palhoça - SC.



Vídeo VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.


Nesse ano começam a ser ministradas aulas de teoria musical,  individual de instrumento e ensaios de naipe.



Foto da primeira aula de teoria musical de 1997. Caderno de José Mário Morotti, arquivo pessoal, via Facebook.



Comemoração de 100 anos da presença dos Irmãos Maristas no Brasil, ano 1997. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.



Comemoração de 100 anos da presença dos Irmãos Maristas no Brasil, ano 1997. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.



Abertura da Semana Champagnat, provavelmente do ano de 1997.


No dia 24 de agosto de 1997, vai ao Paraná pela primeira vez, participar do Concurso de Bandas e Fanfarras cidade de Tibagi, sagrando-se campeã na categoria sênior e campeã geral do concurso. 



 Local do almoço em Tibagi - PR. Provavelmente um CTG. Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


Vídeo VHS: Julinor Sampaio, arquivo pessoal.


Repertório: Aviação Embarcada (Entrada), De volta para o futuro, Montanha Majestosa e Officer of the day march (Saída). Repertorio que também seria apresentado no Campeonato Estadual de SC daquele ano.

Participa pela segunda vez do Concurso Estadual de Bandas e Fanfarras de SC, dessa vez realizado na cidade de Ibirama, no dia 26 de outubro de 1997, sagrando-se mais uma vez campeã na categoria sênior e campeã geral do concurso. 




Corpo Coreográfico da Banda, durante a apresentação no Concurso Estadual de SC de 1997. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.



Após a apresentação aguardando o resultado. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís, via e-mail.


 Com o troféu de campeã Estadual de 1997. Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.



Realiza pela segunda vez, no dia 05 de dezembro de 1997, o Auto de Natal em frente ao Colégio.



Auto de Natal de 1997. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís, via e-mail.



Auto de Natal de 1997. Vídeo VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.


O ano de 1998 foi de muitas atividades. No dia 03 de maio, participa pela segunda vez do Festival de Bandas e Fanfarras, na cidade de Palhoça - SC. Agora com um repertório mais desafiador: The Crusader’s march (entrada), Interplay for band, John Williams in Concert, Flashdance, Copacabana.



Vídeo VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.


Pela primeira e única vez, em 15 de agosto de 1998, a Banda participou do tradicional Concurso de Bandas e Fanfarras realizado na cidade de Itaquaquecetuba - SP. Ficou com o sexto lugar na categoria sênior, concorrendo com as Bandas João XXIII - SP, Progresso - SP, Lyra de Mauá - SP, Noé Azevedo - SP e Novo Ateneu de Curitiba - PR. 

Repertório: Officer of the Day March (Entrada), Montanha Majestosa, Expressões em Música e The Crusader´s March (Saída).



 Algumas componentes do corpo coregográfico conhecendo a cidade de Itaquaquecetuba. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.


Alguns componentes conhecendo a cidade de Itaquaquecetuba. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.


No dia 17 de agosto, após voltar do concurso de Itaquaquecetuba - SP, a Banda São Luís acompanhou o então candidato a governador do estado Esperidião Amin na sua carreata. Lembrando que ele foi eleito em primeiro turno com quase 59% dos votos.


Foto: Eder Rodrigo Witkowsky, arquivo pessoal.


Desfile de 07 de setembro de 1998.

Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Douglas Gutjahr, via Facebook


 Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.

 Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.

Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook. 

 Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.


 Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.


Desfile de 07 de setembro, provavelmente 1998. Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.


Nesse ano o Concurso Estadual de Bandas e Fanfarras de Santa Catarina, foi realizado em Jaraguá do Sul, no mês de setembro, no ginásio do SESI. 

A Banda conquista novamente o primeiro lugar na categoria sênior e geral. Repertório: Souza Espetacular (Entrada), Montanha Majestosa, Expressions in Music e Officer of the day march (Saída).


Apresentação da Banda durante o Concurso Estadual de SC, em 1998. Foto: Douglas Gutjahr, via Facebook



Vídeo VHS: Julinor Sampaio, arquivo pessoal.

Ainda em 1998, a banda volta ao estado do Paraná, dessa vez para disputar o Concurso de Bandas da cidade de Matinhos, onde conquista o segundo lugar na categoria sênior. Repertório (a confirmar): Souza Espetacular (entrada), César e Cleópatra, Expressões em Música e Officer of the Day March (Saída). 

A banda toca pela primeira e única vez na cidade de Concórdia - SC, para um desfile.

No mês de dezembro é concretizada a gravação de um CD, ao vivo, durante a madrugada, nas dependências da antiga danceteria Eleven (atual Banrisul).

O maestro Gabriel Ferreira Santos também participou da gravação.


Mesa de som utilizada para a gravação do primeiro e único CD da Banda Marcial Marista São Luís. Foto: José Mário Morotti, arquivo pessoal, via Facebook.


O ano de 1999 ficou marcado pelo lançamento do CD, gravado no ano anterior, o que veio a ocorrer somente no segundo semestre.












Parte gráfica do CD. Fotos: André Wolf, arquivo pessoal, via Google Drive.


Áudio do CD: André Wolf, arquivo pessoal, via Google Drive.


Em 3 de julho de 1999, foi realizado um Concerto nas dependências do ginásio do Colégio Marista São Luís. O maestro Gabriel Ferreira Santos foi novamente convidado para reger algumas obras e anunciado como maestro emérito da Banda. Repertório: Mountain Majesty (Paul Yoder), Second Concert, excerpt (Sergei Rachmaninoff), Jesus Christ Superstar (Andrew Lloyd Webber), César e Cleópatra (Gerard Boedijn), John Williams in concert (John Williams), The Lion King (Elton John), Brazilian Festival (Tom Jobim), Copacabana (João de Barro "Braguinha" e Alberto Ribeiro), Rapunzel (Carlinhos Brown), Aquarela do Brasil, versão Ray Connif (Ary Barroso).







Programa produzido para o Concerto. Foto: Eder Rodrigo Witkowsky, arquivo pessoal.

 Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


 Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


 Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


 Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


 Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


O canal 21 da NET Jaraguá filmou e incluiu o concerto na íntegra em sua programação.


Video DVD: Abimael Barboza de Oliveira, arquivo pessoal.


No dia 27 de setembro de 1999 participou pela última vez do Concurso Estadual de Bandas e Fanfarras de SC, realizado na cidade de Itapema. Obteve a segunda colocação na categoria sênior e geral.


 Apresentação durante o Concurso Estadual de SC de 1999. Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.


 Foto: Ramon Thiago. Arquivo pessoal, via Facebook.


Foto: Ricardo Juliano Rudnick. Arquivo pessoal, via Facebook.


Vídeo VHS: Julinor Sampaio, arquivo pessoal.




Repertório: YMCA (Village People) entrada, Les Miserábles, Nabuco Overture e Macho Man (Village People) saída.


No ano 2000 as atividades da Banda diminuem drasticamente, devido a mudanças na direção da Banda e do Colégio. Muitos componentes precisaram deixar o corpo musical e coreográfico por motivos profissionais, ficando a Banda alguns meses desativada.


 Banda Marcial Marista São Luís no ano 2000, após um desfile noturno. A confirmar. Foto: Carlos Eggert Jr., arquivo pessoal, via e-mail.



Desfile noturno em Jaraguá do Sul, no ano 2000. A confirmar. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.


Desfile de 07 de setembro do ano 2000. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís. 


Auto de Natal do ano 2000. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.


Auto de Natal do ano 2000. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.


Video VHS: José Mário Morotti e Telma Morotti, arquivo pessoal.


O ano de 2001 foi o último ano de atividade da banda. O Colégio contratou novos professores, que eram velhos conhecidos dos componentes e os mesmos renovaram o corpo musical e coreográfico para as apresentações de praxe.


   Apresentação interna no ano de 2001. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.


  Abertura da Olichamp (Semana Champagnat) do ano 2001. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.



 Desfile de 07 de setembro de 2001. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.


A foto a seguir provavelmente é a última da Banda, ocorrida no desfile de 07 de setembro do ano de 2001.


 Desfile de 07 de setembro de 2001. Foto: Arquivos do Colégio Marista São Luís.


Em fevereiro de 2002, o diretor do Colégio, Irmão Délcio Balestrin, demitiu os funcionários responsáveis pela banda e vendeu todos os instrumentos e uniformes. Um dos instrumentos, o bombo sinfônico, foi comprado pela SCAR de Jaraguá do Sul e é usado periodicamente pela Orquestra Filarmônica e durante a realização do FEMUSC.

Motivo: Redução de gastos.


Algumas fotos de componentes que passaram pela banda.

Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.


 Foto: Débora Diógenes, arquivo pessoal, via Facebook.



 Foto: Ramon Thiago. Arquivo pessoal, via Facebook.



Foto: Ricardo Juliano Rudnick. Arquivo pessoal, via Facebook.

Gostaria de agradecer imensamente todas as pessoas creditadas, pelas fotos, vídeos e informações prestadas para a concretização desse texto.

Em especial ao José Mário Morotti e sua esposa Telma Morotti pela preservação dos vídeos raríssimos que foram agora postados para a eternidade, Abimael Barboza Oliveira pela qualidade do vídeo do primeiro e único concerto da Banda e também, ao Julinor Souza Sampaio, por ceder seu acervo pessoal de bandas e fanfarras para  digitalização e permitir o envio para o Youtube para que toda aquela geração de músicos que tocaram em bandas nos anos 1990 e início dos anos 2000, possa relembrar essa época de ouro da música marcial catarinense.

Convido outros ex-componentes de corporações musicais da mesma época do Marista de Jaraguá do Sul, como também chegou a ser conhecido, que façam o mesmo com suas bandas. Fanfarra do Albano Kanzler, Banda Marcial do Colégio Divina Providência, Fundação Musical Jangada, Banda Musical do SESI, Banda Musical do Colégio Evangélico Jaraguá e porque não da Banda Marcial do Colégio Santos Anjos de Porto União, a realizarem também um trabalho de preservação de memória dessas bandas.

Alguns vídeos dessas corporações estão disponíveis no meu canal no Youtube.


Quem sabe essa postagem pode ser um incentivo para o início dos trabalhos.


Este é um trabalho de preservação de memória. Se você foi componente da banda e possui alguma foto ou vídeo por favor entre em contato pelos comentários, ou e-mail eder_percussao@hotmail.com